Qual a diferença entre marketing promocional e live marketing?

marketing promocional
6 minutos para ler

O marketing promocional ganhou novas vertentes e, atualmente, existem inúmeras maneiras de impactar os clientes. Para acertar em cheio na criação de ações, você precisa ficar por dentro dos avanços tecnológicos que geram grandes transformações na maneira de se comunicar com a audiência.

Dentro desse contexto, entra em cena o live marketing que, mesmo tendo como objetivo aumentar o retorno positivo da empresa, exige criatividade e conhecimento do produto para criar campanhas segmentadas que promovem engajamento.

Ficou interessado? Vamos tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto com dicas essenciais para se destacar no mercado. Acompanhe!

O que é marketing promocional?

Esse conceito se configura como uma forma diferenciada de oferecer produtos ou serviços ao público-alvo. A partir de estratégias bem elaboradoras, o objetivo principal gira em torno de melhorar o posicionamento, promover engajamento e se destacar da concorrência.

Tudo isso com base em estabelecer uma comunicação eficiente que ajude a convencer a audiência a experimentar as novidades. Como consequência, fica muito mais simples mensurar o retorno positivo ao colocar uma campanha em prática e planejar cuidadosamente as próximas ações.

O que é live marketing?

Já o live marketing faz parte de um conjunto de ações cada vez mais em alta no universo corporativo. A proposta, nesse caso, vai muito além de tornar uma marca conhecida, todo o trabalho deve ser direcionado para criar uma experiência por meio de interações. O principal foco se torna crescer entre o público-alvo com credibilidade e imagem positiva.

Hoje em dia, com tanta concorrência no mercado especializado, os consumidores procuram por marcas mais humanizadas e que estejam presentes em diferentes momentos.

Dessa maneira, ao estreitar relações de maneira impactante, o próprio cliente faz uma espécie de divulgação genuína que agrega muito valor na hora de aumentar o retorno positivo.

Qual a diferença entre eles?

Apesar de ambos priorizarem o relacionamento com o consumidor, a diferença entre os dois conceitos está nas estratégias de abordagem. Enquanto o marketing promocional visa tornar algo conhecido, o live se prepara para criar experiências intimistas ao vivo.

Ou seja, o contato próximo e de confiança se torna responsável por humanizar a marca com reflexo nas decisões de compra. Outro ponto que deve ser levado em consideração envolve o processo evolutivo do trabalho de marketing.

Ao colocar o poder de experimentar nas mãos do consumidor de maneira estratégica, aumentam-se as chances de ter clientes fiéis que consideram o preço de um produto como um verdadeiro investimento — mesmo quando a concorrência oferece promoções. Veja, a seguir, alguns detalhes do formato de live marketing.

Objetivo principal

Na visão dos especialistas da área, o live marketing é o novo marketing promocional, já que os consumidores estão mais exigentes e saturados do que o modelo tradicional. Ao priorizar atividades que fazem com que o público viva as facilidades oferecidas pelo trabalho efetuado, a compra se torna mais acessível.

Para que você entenda melhor, podemos falar sobre o lançamento de um produto de limpeza. A ação promocional, nessa situação, seria divulgar o novo item entre eventos de pessoas influentes do meio para que suas opiniões o tornem mais conhecido.

No caso do live, a estratégia já seria diferente: o próprio público teria acesso ao produto com o intuito de experimentá-lo de maneira divertida, como em um estande criativo.

Experiência do cliente

Se você deseja aumentar a competitividade da empresa no mercado, priorizar a experiência do cliente é fundamental. Não importa qual seja o segmento de atuação, ignorar as preferências do público se mostra como a principal receita para perder dinheiro.

Por esse motivo, use o live marketing na hora de criar sensações surpreendentes que fogem das características de abordagem tradicionais. Normalmente, ao escutarmos sobre dados, o cérebro humano não consegue registrar todas as informações de primeira.

Porém, quando se trata de algo que nos toca o coração, o registro na memória é feito de maneira quase que automática, e por isso, a empresa deve saber usar isso como vantagem no momento de criar identificação com o público.

Ferramentas utilizadas

As ferramentas dentro do live marketing são diversas e apresentam uma série de possibilidades para as empresas. O grande segredo é que você saiba sempre direcionar os projetos conforme a linguagem e a temática adequada ao público-alvo.

Como resultado, o potencial de expansão da marca ganha significado por fazer com que o consumidor se sinta especial. Um dos pontos mais explorados nesse sentido são as peças publicitárias que trabalham diretamente em despertar o desejo de um item exclusivo.

A urgência em ter algo a partir de uma campanha cativante se torna um super acerto no momento de agregar valor ao produto oferecido. Um bom exemplo disso são os ursinhos da Parmalat nos anos 90, que causaram um verdadeiro alvoroço entre as crianças misturando desejo de consumo e, ao mesmo tempo, sentimentalismo.

Ações digitais

Não é segredo para ninguém que as mídias digitais se transformaram no palco principal da publicidade. Se a sua marca deixar de lado o planejamento nas redes, com toda a certeza, ela perderá espaço para a concorrência e acabará obsoleta em pouco tempo.

Dessa maneira, enxergue a internet como uma importante aliada de live marketing. O melhor de tudo é que o formato exige baixo custo com um poder de alcance gigantesco. Tenha uma estratégia específica que fala a língua do seu público online e preste muita atenção nas interações.

Só assim será possível descobrir como encantá-los com criatividade ao realizar campanhas na medida. Conheça, a seguir, os principais cases de sucesso de live marketing:

Kibon

A marca surpreendeu o público ao inserir os disputados iPods em seus picolés em 2007. Para que a ação tivesse sucesso, todos os produtos comercializados apresentavam o mesmo tamanho e o consumidor só descobria o prêmio depois de aberto.

Banco Itaú

A propaganda explorava o lado emocional ao colocar duas senhoras interagindo com o aplicativo do banco. Na gravação, elas mostravam que era possível compreender a tecnologia para realizar suas atividades com as amigas de forma extremamente doce.

Pronto! Agora você já sabe como o marketing promocional faz diferença no andamento do trabalho. Lembre-se de que saber se comunicar adequadamente com o público é meio caminho andado para ter sucesso e se destacar da concorrência. Afinal de contas, o conceito de uma marca alinhado com a qualidade do serviço faz toda a diferença na decisão dos consumidores.

Gostou das informações deste artigo? Então curta nossa página no Facebook e fique por dentro de conteúdos exclusivos.

Você também pode gostar

Deixe uma resposta

-